Como Se Fosse Hoje

Posted on 05/10/2011 por

0


Como se Fosse Hoje

 

Lembro-me como se fosse hoje de como eu estava nervosa para o meu primeiro dia de aula, não queria largar a mão da minha mãe! Mas quando entrei na Escola Anésia, logo soube que ficaria ali por muito tempo. Construí uma história lá, fiz amigos, parceiros… Tive ótimos professores e outros não tão bons assim. Mas o que importa é que essa fase me ajudou a ser quem eu sou hoje, aprendi valores (alguns naturalmente, outros na marra) e com certeza foi lá que vivi os anos mais felizes da minha vida escolar.

Lógico, nem tudo foi perfeito… Briguei com algumas pessoas, tirei muitas notas vermelhas, fui para a diretoria e tive algumas discussões. Mas no final, o que realmente importa são as lembranças boas que ficaram, de um tempo que infelizmente nunca mais vai voltar!

 

Marina Daibert, 19 anos. Foi aluna na Escola Estadual Profª Anésia Loureiro Gama de 1999 a 2008.